Acompanhe o Jornal da Política e fique atualizado com as principais notícias de tudo o que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Banco do Brasil registra maior lucro de sua história em 2023

0 19

O Banco do Brasil anunciou um lucro recorde de R$ 35,6 bilhões em 2023, marcando o maior ganho financeiro da sua história. O valor é 11,4% maior em comparação com o resultado apontado no exercício anterior. Segundo o jornal O Globo, a expectativa para este ano é que o lucro seja ainda maior, chegando a R$ 40 bilhões.

No quarto trimestre, o Banco do Brasil registrou um lucro líquido de R$ 9,44 bilhões, um crescimento de 4,8% em comparação com o mesmo período de 2022. Essa cifra superou as expectativas dos analistas, que projetavam um valor próximo de R$ 9,2 bilhões para o período.

O resultado coloca o Banco do Brasil ao lado do Itaú, cujo lucro atingiu R$ 35,6 bilhões no ano passado, representando um aumento de 15,7% em relação a 2022, e à frente do Bradesco, que registrou um lucro de R$ 16,3 milhões, sofrendo uma queda de 21,2% em comparação ao ano anterior.

A carteira de crédito ampliada do Banco do Brasil alcançou a marca de R$ 1,1 trilhão, apresentando um crescimento de 10,3% em 2023. Apesar da inadimplência de 90 dias estar abaixo da média do mercado (3,3%), houve um aumento desse indicador no último trimestre, chegando a 2,92% ao final do ano, em comparação com 2,81% no terceiro trimestre.

”Oferecemos mais de meio trilhão em créditos no ano passado” disse a presidente da instituição, Tarciana Medeiros, durante a apresentação dos resultados, de acordo com a reportagem. Para o ano corrente, o Banco do Brasil projeta um crescimento na carteira de crédito total entre 8% e 12%. Para pessoa física, a expectativa é de uma alta entre 6% e 10%.

No setor do agronegócio,a instituição financeira destinou R$ 120 bilhões para a safra 2023/2024, totalizando R$ 355,3 bilhões na carteira total para este segmento ao final de 2023. Deste montante, R$ 66,1 bilhões foram direcionados à agricultura de baixo carbono. Para este ano, a previsão é de que o crédito destinado ao agronegócio cresça entre 11% e 15%.

O diretor de gestão financeira e de relações com investidores do Banco do Brasil, Marco Geovanne Tobias da Silva, ressaltou que, assim como ocorreu com outros bancos, as provisões do BB atingiram R$ 30,5 bilhões, registrando um aumento expressivo de 82,3% em relação a 2022, quando as provisões somaram R$ 16,7 bilhões.

 

VEJA TAMBÉM
Subscribe
Notify of

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraria sua opinião, por favor, comentex