O Ministério do Trabalho e Previdência informou hoje que o governo pretende adiantar o pagamento do auxílio no valor de R$ 1 mil aos caminhoneiros, com a liberação de duas parcelas já na primeira quinzena de agosto, dois meses antes do primeiro turno das eleições, previsto para acontecer em 2 de outubro.

Abrava (Associação Brasileira de Condutores de Veículos Automotores) criticou a medida, dizendo que a “PEC da esmola” não resolverá os problemas dos caminhoneiros.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da política?

Assim, é só seguir o Jornal da Política no Facebook, você vai acompanhar tudo sobre políticaeconomiageral, etc. Siga a gente para saber mais! Participe do nosso grupo no Telegram 👉 https://t.me/jornaldapolitica

Facebook Comments