images (4)

O ministro da Economia da Argentina, Martín Guzmán, renunciou ao cargo neste sábado (02/07).

A decisão foi comunicada, por meio de redes sociais, no mesmo momento em que a ex-presidente e atual vice-presidente do país, Cristina Kirchner, fazia um discurso em que criticava a gestão da economia.

Guzmán publicou uma longa carta ao presidente Alberto Fernández , que ele postou no Twitter. “Com a profunda convicção e confiança na minha visão sobre qual é o caminho que a Argentina deve seguir, continuarei trabalhando e atuando por uma pátria mais justa, livre e soberana”, disse ele na mensagem, ao destacar as conquistas de sua gestão.

Guzmán assumiu o posto em dezembro de 2019 com a missão de conseguir renegociar a dívida com o FMI. Antes de entrar no governo, ele tinha uma longa passagem acadêmica em renegociação de dívidas e desenvolvimento.

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da política?

Assim, é só seguir o Jornal da Política no Facebook, você vai acompanhar tudo sobre políticaeconomiageral, etc. Siga a gente para saber mais! Participe do nosso grupo no Telegram 👉 https://t.me/jornaldapolitica

Facebook Comments