A Netflix divulgou recentemente seu relatório trimestral que apontou uma perda de 970 mil assinantes entre abril e junho deste ano. Já no primeiro trimestre deste ano, a plataforma havia registrado uma baixa de 200 mil usuários. Foi a primeira perda registrada em 10 anos.

De acordo com as estimativas internas da empresa, o número de assinantes deixando a plataforma deveria ser ainda maior no período, os estudos apontavam cerca de 2 milhões. Isso pode ser o resultado dos novos títulos lançados, como as temporadas de Stranger Things, Ozark e The Umbrella Academy que fazem sucesso.

Entre no  canal do Jornal da Política no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia.

No mesmo período do ano passado, o cenário era outro: 1,5 milhão de pessoas iniciaram assinaturas no streaming. Hoje, a Netflix contabiliza mais de 220 milhões de assinantes.

A queda significativa pode ser explicada por alguns fatores, tanto internos quanto externos. Um deles é o fato da proibição do compartilhamento de senhas, o que recebeu muitas críticas dos usuários.

Além disso, os novos valores de assinatura aumentaram e estão acima dos concorrentes. O que leva muitas pessoas a migrarem suas assinaturas onde o custo benefício é maior.

A ampliação desse setor com o lançamento de novas plataformas, como HBO Max, Globoplay, Disney +, Prime Video, entre outras, é um aspecto importante nesse sentido. Atualmente, a Netflix disputa o lugar, que antes era só dela, com inúmeras outras opções.

Facebook Comments