Jornal da Política – O coletivo americano Indeclive realizou no domingo (21/08/2022) uma simulação de uma partida de futebol que usou como bola uma réplica da cabeça de Jair Bolsonaro (PL). O ato foi realizado em protesto contra o presidente da República, que disputa a reeleição, foi feito no elevado Presidente João Goulart, conhecido como Minhocão, em São Paulo.

“Vamos chutar a cabeça desse verme”, dizia uma mulher, apontando para a bola com o rosto de Bolsonaro, que era jogada de um lado para o outro. “Venham, pessoal, é gostoso demais. É terapêutico.”

Palavras de ordem como “fora, Bolsonaro” eram ouvidas. E quem quisesse entrar em campo para marcar gols tinha a vida fácil, já que não havia goleiros para defender a réplica do presidente.
“Filha, é aqui que você deve fazer cocô”, disse uma das jogadoras à sua cadela, indicando a bola. Outros cachorros também foram incentivados a urinar e defecar sobre ela, que terminou o jogo descabelada, esfolada e com a carcaça rasgada.
O evento reuniu um número pequeno de pessoas. No Twitter, o coletivo disse que “manifestos são escritos a portas fechadas, mas para torná-los reais, todos precisam se envolver”. “Temos que transformar o público no campo de jogo, dar a todos a chance de se envolver, de se realizar juntos. FORA BOLSONARO.”
Entre no canal do Jornal da Política no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia.

Facebook Comments