A Polícia Federal, com apoio do Ministério do Trabalho e Previdência – MTP, deflagrou nesta sexta-feira (11/3) a Operação Táquions, cujo objetivo é desmantelar uma organização criminosa que lesava o INSS utilizando documentos forjados para obter benefícios fraudulentos.

Cerca de 28 policiais federais e 5 servidores do MTP estão cumprindo 7 mandados de busca e apreensão, todos na cidade de Londrina, interior do Paraná. As ordens judiciais foram cumpridas em residências e escritórios de contabilidade vinculados aos principais integrantes do grupo criminoso.

Durante as investigações, verificou-se que o grupo criminoso atuava há mais de uma década e os prejuízos estimados até o momento seriam de mais de R$ 17 milhões com benefícios obtidos fraudulentamente.

Os investigados responderão pelos crimes de estelionato qualificado e formação de organização criminosa, cujas penas máximas somadas atingem 14 anos de reclusão.

A operação recebeu o nome de Táquions em alusão à tentativa do grupo de alterar fraudulentamente registros do passado para obter benefícios junto ao INSS. Os táquions seriam partículas cuja existência ainda não foi comprovada e que teriam a propriedade de se deslocar no tempo, enviando sinais para o passado.

Será concedida entrevista coletiva, às 10h, na sede da Delegacia da Polícia Federal em Londrina/PR, com número restrito de vagas em face das restrições decorrentes da situação de pandemia em vigor (serão admitidos no máximo dois profissionais por veículo de imprensa, que deverão portar crachá de identificação e observar as medidas de proteção como uso de máscara e manutenção de distanciamento mínimo entre os presentes).

Fonte: Comunicação Social da Polícia Federal em Londrina/PR

 

Enfim, quer ficar por dentro de tudo o que acontece no mundo da política?

Assim, é só seguir o Jornal da Política no Facebook, você vai acompanhar tudo sobre políticaeconomiageral, etc. Siga a gente para saber mais! Participe do nosso grupo no Telegram 👉 https://t.me/jornaldapolitica

Facebook Comments