O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (16) que as escolas do país não deveriam ter sido fechadas por causa da pandemia do coronavírus, que já matou 133 mil pessoas no Brasil.

“Não tínhamos por que fechar as escolas, mas as medidas restritivas não estavam mais nas mãos da Presidência da República. Por decisão judicial, elas competiam exclusivamente aos governadores e prefeitos. Lamento. Somos o país com o maior número de dias em lockdown nas escolas. Isso é um absurdo”​, criticou.

Continuar lendo

Facebook Comments