Os secretários especiais de Desestatização, Salim Mattar, e o de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Paulo Uebel, pediram demissão nesta terça-feira.

As demissões foram confirmadas pelo próprio Guedes, em entrevista à imprensa na porta do ministério. Guedes disse que houve hoje uma debandada do seu ministério:

— O Salim hoje me disse o seguinte: “a privatização não está andando, eu prefiro sair”. E o Uebel me disse o seguinte: “a reforma administrativa não está sendo enviada, eu prefiro sair”. Esse é o fato, não escondo. Houve uma debandada? Hoje houve uma debandada.

Facebook Comments