O projeto de lei (PL) 1615/2019, que classifica a visão monocular como deficiência, assegurando a pessoas portadoras dessa condição os mesmos direitos e benefícios previstos na legislação para a pessoa com deficiência, ganhou o apoio da primeira-dama Michelle Bolsonaro. Inspirada na trajetória de vida de uma mogimiriana, a lei recebeu nome de Amália Barros.

O projeto já foi aprovado no congresso. Falta apenas Bolsonaro sancionar.

Bolsonaro tem até o próximo dia 23 para decidir.

Facebook Comments